GUERRA GUARANÍTICA

GUERRA GUARANÍTICA
A RESISTÊNCIA

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

segunda-feira, 1 de março de 2010

OS INDIGENAS QUE POVOAVAM O PLANALTO MEDIO

Denominados TAPES os índigenas que habitavam a região do Planalto Médio eram os mesmos Guaranis com esta denominação local
TAPE= POVOAÇÃO GRANDE.
Eram inimigos dos outros grupos guaranis, porém seus usos e costumes e a fala eram semelhantes.
Uma lenda entre eles contava o motivo da inimizade:
Eis a lenda:

"Tupi e Guarani erma irmãos, ambos com numerosa família  As esposas de um e de outro entraram a disputar a posse de um papagaio, espalhando-se a contenda pela tribo inteira, advindo a separação , ficando TUPI, o mais velho , na maior parte do  atual território brasileiro, enquanto GUARANI , o mais moço buscou as terras  do  sul.

As crenças dos TAPES eram semelhantes as dos TUPIS. Realizavam ritos de iniciação, tirando o poder da mão do matriarcado e depositando na mão dos guerreiros.Ao  deus  iniciador chamavam Anhã-Tatá.
Tupã era o deus das trovoadas, Anhangá preservava a caça nos campos ,corporificado num cervo, temido pelos indígenas. Caapora era um gigante da mata , protetor  dos animais que nela habitavam, se o viam significava maus pressagios.Curupira era um duende de pés voltados para trás  , as vezes bom, as vezes mau! Pica-pau  era protetor das árvores e Urutau protetor dos pássaros..
O Pagé tinha  grande poder sobre as pessoas da tribo, era temido e obedecido, tinha grande influencia.Também desempenhou um papel importante na revolta contra os jesuítas quando estes queriam mudar-se com todo o povo reduzido, conforme os acôrdos dos governos portugues e espanhol nos tratados de Tordesilhas, e depois Santo Ildefonso, na partilha do território.
As crenças na imortalidade da alma faziam parte da religiosidade destes personagens, e , segundo a visão euroéia dos padres, era incompleta. Hoje já não vemos mais as crenças e tradições indígenas com este olhar.
consideravam que as necessidades físicas não se esgotavam com a morte, por isso deixavam as armas nas sepulturas, colocavam alí comida e bebida.
Ang= alma

com a mesma palavra denominavam SOMBRA, por exemplo, sombra do sol:=coaraci-ang, sombra da árvore=ibirá-ang.
Aos "fantasmas" denominavam Anguçu= alma grande ou sombra grande. Denominavam também as 'almas de outro Mundo' de Angoera= ang=alma  goéra ou cuera=o que foi e não é mais, pois cuera= ir
Descrito o Guarani como :de estatura média, reforçados e bem feitos . Tronco grande,pés e mãos pequenos, bem nutridos e robustos.Muito resistentes fisicamente, óbvio, viviam em constante movimento.Descritos como cruéis e impiedosos quando se consideravam afrontados, tinham gosto por pintura e tatuagem.